Escolha uma cor para o fundo:  

A Rússia Já Superou os EUA na Tecnologia de Armamentos e Deve Acreditar em sua Supremacia

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Quando a Rússia decidir ocupar o Oriente Médio, suas forças armadas estarão equipadas com o que há de mais moderno em termos de tecnologia bélica, capazes de destruir os EUA primeiro. O cumprimento de Ezequiel 38 e 39, a invasão de Israel por exércitos liderados pela Rússia pode estar se aproximando rapidamente!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Os EUA sempre desfrutaram de uma vantagem tecnológica e militar sobre a Rússia. Mesmo quando a Rússia colocou a primeira nave espacial em órbita — o Sputnik — o problema era foco, não tecnologia. O programa espacial americano estava simplesmente se desenvolvendo em outro ritmo. Depois que os russos colocaram o Sputnik em órbita, os EUA responderam e a vantagem tecnológica rapidamente tornou-se aparente.

Durante todo o período da Guerra Fria, os EUA mantiveram uma superioridade constante sobre a Rússia. Embora os russos tenazmente conseguissem evitar que o passo atrás não aumentasse, nunca puderam ultrapassar os EUA nas novas tecnologias que resultavam em novos armamentos. Essa vantagem tecnológica foi absolutamente crítica para a defesa da liberdade e do estilo de vida ocidental. Se os russos ou os chineses tivessem conseguido ultrapassar os EUA em algum sistema de armamentos importante, teriam se sentido tentados a atacar. A existência dos EUA depende da manutenção dessa ampla vantagem sobre a Rússia em tecnologia, e nos produtos bélicos, para que nem a Rússia nem a China sejam tentadas a pensar que possam atacar com sucesso.

Todo presidente norte-americano compreendeu esse fato, e manteve a liderança americana em Pesquisa e Desenvolvimento.

Bill Clinton, evidentemente, não compreendeu. Após oito anos no comando, Clinton permitiu que os russos e os chineses obtivessem os mais sensíveis e mais modernos segredos concernentes às armas nucleares, à tecnologia de orientação dos mísseis e à tecnologia Stealth (furtiva), para citar apenas algumas. O resultado é potencialmente catastrófico e letal. Como você verá neste artigo, o cenário pode estar agora armado para que a Rússia sinta-se encorajada o suficiente para marchar até o Oriente Médio — após, é claro, "ter dado um jeito" nos EUA.

Antes de entrarmos neste artigo aterrorizador, sinto a necessidade de reiterar a crença da maioria daqueles que protestaram contra a Guerra do Vietnã. Naquele tempo, eu era um estudante universitário, de modo que estou muito familiarizado com aquela época e com as pessoas que protestavam. Após ler muito e estudar aquelas pessoas que protestavam contra a guerra, cheguei a uma súbita conclusão: elas criam na mentira comunista sobre o homem — criam que ele é inerentemente bom e é corrompido pelas 'más' influências no ambiente social. Da mesma forma, aquelas pessoas que protestavam acreditavam que os armamentos provocavam as guerras, não o coração maligno do homem.

Portanto, elas literalmente acreditavam que o modo mais eficiente de conquistar uma paz real e duradoura no mundo era garantir que todas as nações tivessem o mesmo nível de armamentos e de tecnologia! Tivesse uma delas chegado à Casa Branca durante a Guerra do Vietnã, teria cedido aos russos e aos chineses as mais avançadas tecnologias, acreditando que estivesse garantindo uma paz "justa" e duradoura.

Bem, Bill Clinton, que protestou contra a Guerra do Vietnã, ocupou a presidência durante oito anos e os resultados foram absolutamente catastróficos. Não somente permitiu que a Rússia e a China tivessem acesso ilimitado aos segredos militares norte-americanos mais modernos, mas pode ter reduzido o ritmo da Pesquisa e Desenvolvimento, permitindo que a Rússia não somente alcançasse, mas ultrapassasse os EUA em diversas áreas críticas.

Quando todos os combatentes potenciais estão igualmente armados, a vantagem em um conflito é daquele que empregar a estratégia superior. Um golpe de surpresa com uma estratégia inovadora pode dar a vitória para o país que a empregar; a vítima não possui uma superioridade militar que compense a estratégia superior e o ataque de surpresa do adversário. Como os russos já provaram sua capacidade de raciocínio estratégico sendo os campeões mundiais de xadrez ano após ano, acho que a vantagem seria deles em termos de criar uma estratégia de ataque inovadora e de surpresa. A capacidade americana de reagir ao raciocínio estratégico russo é ainda mais enfraquecida pela nossa constante alternância nas administrações em Washington e pela nossa tendência de evitar o raciocínio intrincado.

A Rússia pode agora achar que tem a capacidade de ser bem sucedida em um ataque. Como o coronel da reserva David Hackworth me disse em uma mensagem de correio eletrônico em dezembro de 2000, "tempos perigosos estão por vir". Você pode determinar exatamente quão perigosos serão esses tempos quando souber em que áreas importantes a Rússia já superou os EUA.

A Tecnologia Furtiva Russa Já Superou a Norte-Americana

Resumo da Notícia: A Rússia Está Avançando Para Cima de Você: A Fase Final", por J. R. Nyquist, WorldNetDaily, artigo publicado em 8/1/2001.

"Considere a recém-descoberta superioridade russa na tecnologia militar, que por muito tempo foi mascarada por histórias de forças armadas defuntas e que não recebiam suprimentos adequados. Na última quarta-feira, a imprensa russa ofereceu maiores detalhes sobre a nova tecnologia furtiva do Kremlin (que permite aos aviões militares escapar da detecção pelos radares). De acordo com a agência Itar-Tass, a nova capacidade furtiva utiliza um campo de plasma que envolve os aviões de combate e absorve as ondas eletromagnéticas."

A tecnologia furtiva norte-americana utiliza materiais absorventes usados na construção do exterior do avião. Os EUA foram os primeiros a desenvolver essa tecnologia e os primeiros a empregá-la em combate, tanto na Guerra do Golfo quanto na Bósnia. Essa tecnologia funciona, e é eficiente, permitindo que o avião aproxime-se de um alvo sem ser detectado pelos radares do inimigo. Os EUA já construíram caças-bombardeiro e bombardeiros de longo alcance com essa tecnologia e estão trabalhando em um caça-interceptador furtivo de alto desempenho.

No entanto, agora, os russos desenvolveram um caça furtivo que não escapa do radar por causa dos materiais utilizados em sua construção, que absorvem as ondas eletromagnéticas, mas por que o avião está envolvido por um escudo de plasma que absorve todas as ondas eletromagnéticas do radar do inimigo. Essa é, realmente, uma técnica inovadora. Entretanto, o plasma emite muito calor, de modo que pareceria plausível que um radar que detecte as ondas de calor pudesse prontamente detectar a aeronave furtiva russa cercada por um escudo de plasma. Assim, a questão é, 'os radares utilizados pelas forças americanas incluem a capacidade de detectar as ondas de calor'?

É evidente que não, pois caças-bombardeiro furtivos russos sobrevoaram o porta-aviões norte-americano Kitty Hawk [dê um clique para ver a foto ampliada], sem serem detectados pelos seus radares, nem pelos radares Aegis [supostamente os mais sofisticados do mundo] do cruzador acompanhante, nem pelos diversos outros radares utilizados pela Marinha americana. Esses caças-bombardeiro furtivos russos penetraram bem no interior do Grupo de Batalha que acompanha o porta-aviões — e teriam feito todos os navios em pedaços, se fosse uma situação de combate real! De acordo com os informes de notícias, depois que os bombardeiros russos foram avistados, o Kitty Hawk ainda precisou de quarenta minutos para colocar o primeiro caça-interceptador no ar! [Nota do tradutor: Esse porta-aviões pertence ao Grupo de Batalha da Sétima Frota, que opera no Sudeste Asiático.].

Claramente, os russos aprenderam muito sobre as capacidades americanas de detectar aviões furtivos, e do seu atual estado de prontidão uma vez que um inimigo é avistado. Eu literalmente estremeci ao perceber as implicações desse teste de vôo dos russos sobre um de nossos porta-aviões. Não somente eles possuem a tecnologia para tornar toda sua aviação invisível aos nossos radares, mas o estado atual de prontidão dos nossos militares é tão baixo que foram necessários quarenta minutos para colocar um caça-interceptador no ar!

Agora, a questão da hora é saber se o radar NORAD, que oferece vigilância contra um ataque russo pelo Pólo Norte, tem a capacidade de detecção das ondas de calor. Na verdade, esse radar ainda está em operação? Parece que o presidente Bush (pai) o desativou pouco antes de deixar a presidência. Assim, isso significa que os bombardeiros furtivos russos, voando protegidos por seus escudos de plasma, poderiam aparecer de surpresa sobre qualquer alvo americano!

A Tecnologia Russa de Míssil Cruzeiro Supersônico Versus o Míssil Subsônico Americano

Resumo da Notícia: "Aumenta o Atraso nos Mísseis: O Programa da Arma Supersônica do Pentágono para 2010", WorldNetDaily, por Charles Smith, artigo publicado em 3/10/2000.

"A despeito do desenvolvimento de uma nova geração de mísseis hipersônicos pelo Pentágono, de acordo com os analistas de defesa, os EUA ainda estão uma década atrás da Rússia no projeto de mísseis de alta velocidade... Apesar disso, os analistas de defesa concordam que os EUA estão uma década atrasados em relação à Rússia no projeto de mísseis de alta velocidade. A Rússia atualmente emprega e exporta o míssil supersônico SS-N-22 Moskit, codinome 'Sunburn'. O SS-N-22 é considerado o míssil antinavios mais letal que existe e voa a uma velocidade de Mach 2.5 [equivalente a 2,5 vezes a velocidade do som], a poucos metros acima da superfície da água do mar." [Nota: Essa velocidade corresponde a pouco menos de 1 km/s.].

Abordamos esse assunto no artigo Teria a Nova Tecnologia dos Mísseis Russos Tornado Obsoleta a Marinha Norte-Americana?, de modo que não queremos duplicar todas as informações aqui, mas o resumo é que esse míssil tem uma velocidade de vôo tão alta que o sistema antimíssil da Marinha não pode se defender contra ele. Essa arma condenou toda a esquadra norte-americana. A Marinha dos EUA está equipada com mísseis cruzeiro subsônicos; além disso, o estoque deles está baixo.

Mas, há mais! Esses temíveis mísseis podem ser equipados com uma ogiva nuclear que explode com a potência de 120.000 toneladas de TNT! Considere este artigo:

"Os EUA Monitoram a Capacidade Chinesa do Primeiro Ataque; Mísseis Nucleares Prontos Para Serem Utilizados nos Destróieres", WorldNetDaily, artigo escrito por Charles Smith, publicado em 11/11/2000.

"O Pentágono está investigando as informações que a China equipará com mísseis nucleares seus dois destróieres da classe Sovremenny, de fabricação russa, os quais, de acordo com um especialista em defesa, são belonaves projetadas para iniciar uma guerra nuclear.

"De acordo com o Instituto Naval dos EUA, em agosto de 1999, o primeiro dos dois destróieres da classe Sovremenny, de 8.480 toneladas, construídos para a China realizaram seus testes no mar Báltico. Cada belonave Sovremenny está armada com oito mísseis supersônicos SS-N-22 Moskit (codinome 'Sunburn')... Em 1996, a Marinha chinesa negociou a compra do Yekaterinburg e outro destróier da classe Sovremenny, chamado Alexander Nevsky. O Yekaterinburg deverá ser entregue no fim de 1999 e o segundo destróier no fim de 2000."

Assim, esses mísseis russos podem ser equipados com uma ogiva nuclear muito poderosa, seis vezes mais possante que as bombas lançadas contra o Japão no fim da Segunda Guerra Mundial. Isso significa que os russos/chineses poderiam disparar um ou dois desses mísseis em um ponto no céu acima do Grupo de Batalha de um porta-aviões e destruir todos os navios com uma única explosão!

Além disso, os russos estão tão adiantados no desenvolvimento desse míssil cruzeiro supersônico que já desenvolveram um tipo especial de navio equipado com eles (o destróier da classe Sovremenny). Como disse um especialista em defesa, esse tipo de armamento foi concebido para iniciar uma guerra termonuclear.

Os Russos Já Desenvolveram seu Caça-Interceptador Furtivo!

Resumo da Notícia: A Rússia Está Avançando Para Cima de Você: A Fase Final", por J. R. Nyquist, WorldNetDaily, artigo publicado em 8/1/2001.

"O Ocidente ignorou em grande parte os informes sobre as novas e avançadas armas russas... A Força Aérea norte-americana retardou a aquisição dos F-22, mas a Força Aérea russa, que supostamente enfrentava um problema sério de falta de verba, testou seu novo caça SU-35UB, que tem capacidades furtivas e de longo alcance."

Assim, enquanto os EUA hesitam em fabricar um caça-interceptador furtivo eficiente, a Força Aérea russa, "que supostamente enfrentava um problema crônico de falta de verba", não somente produziu um, mas já o testou. Assim, os EUA não podem mais ter certeza do controle do espaço aéreo acima de um campo de batalha. Quando os russos começarem a produzir esse caça-interceptador furtivo, poderão destruir os aviões norte-americanos antes que os pilotos saibam que os russos estão nas proximidades.

Veja, a tecnologia dos caças de combate atual opera a uma grande distância, quando o radar do caça enquadra um inimigo a muitos quilômetros de distância, e dispara mísseis ar-ar destinados a abatê-lo antes que chegue perto o suficiente para iniciar um combate aéreo. Além disso, os caças da Marinha voam delimitando um perímetro bem acima e longe do porta-aviões. A missão deles é detectar a aproximação de um avião inimigo, enquadrá-lo no radar e destruí-lo, disparando mísseis ar-ar antes que se aproxime o bastante para destruir o porta-aviões.

Entretanto, se o avião inimigo for do tipo furtivo, os caças de combate não conseguirão enquadrá-lo em seus radares. Portanto, os caças não poderão disparar seus mísseis ar-ar e o caça-bombardeiro poderá se aproximar do porta-aviões em um ataque de surpresa, afundando-o sem que os homens a bordo saibam quem os está atacando. Esse cenário foi exatamente o que aconteceu semanas atrás com o porta-aviões Kitty Hawk. Quando os caças furtivos russos foram avistados sobrevoando o porta-aviões, os oficiais da Marinha souberam que estariam mortos, em uma situação real de combate. Muitos desses oficiais não devem ter conseguido dormir direito naquela noite.

Os Russos Já Mobilizaram o Mais Sofisticado ICBM de Todos os Tempos!

Resumo da Notícia: A Rússia Está Avançando Para Cima de Você: A Fase Final", por J. R. Nyquist, WorldNetDaily, artigo publicado em 8/1/2001.

"Devemos também mencionar a mobilização, em 26/12/2000, de um terceiro regimento de ICBMs móveis, na Rússia. Esses mísseis nucleares balísticos são considerados os mais sofisticados do mundo."

Um único regimento de mísseis russos pode destruir os EUA, de modo que essa revelação é seriíssima.

Mas, o que aconteceu com toda aquela conversa de assinar um tratado que requeria que cada lado destruísse seus mísseis e suas ogivas nucleares? Todos vimos na televisão os técnicos russos destruírem seus mísseis, sob o olhar atento dos observadores americanos. O que obviamente aconteceu foi que a Rússia destruiu seus mísseis obsoletos, planejando produzir essa nova geração assim que as equipes de televisão ocidental fossem embora. Os conservadores foram criticados quando tiveram a audácia de sugerir que toda aquela destruição de ogivas e de mísseis nucleares poderia ser falsa e enganosa. Agora, entretanto, os eventos estão provando que estavam com a razão. Só podemos esperar que os EUA vivam tempo o suficiente para reagir com novos de seus próprios armamentos.

A Marinha Russa Está Preparada Para uma Mobilização Maciça em 2001!

Resumo da Notícia: "A Rússia Está Avançando Para Cima de Você: A Fase Final", J. R. Nyquist, WorldNetDaily, artigo publicado em 8/1/2001.

"Outro lance que deve causar preocupações tem que ver com a Marinha russa. Em 28/12/2000, o almirante Vladimir Kuroyedov anunciou que iria montar uma mobilização maciça em 2001. 'É hora de nossos navios deixarem seus píeres'. Sem oferecer explicações, Kuroyedov disse que a Rússia logo enviará seus navios para os Oceanos Atlântico e Índico, bem como para o Mar Mediterrâneo."

A Marinha russa está similarmente atualizada e modernizada. Agora, ficamos sabendo que a moderna Marinha russa passará por uma "maciça mobilização em 2001!" Um dos locais em que será mobilizada é no Mar Mediterrâneo, isto é, perto do Oriente Médio. Além disso, todas as unidades navais russas no Atlântico e no Índico podem ser rapidamente deslocadas para o Mediterrâneo. Assim, o poder naval norte-americano, durante a deflagração da Terceira Guerra Mundial, que começará em Israel, poderá ser severamente desafiado pela moderna Marinha russa.

Quando participei da Conferência Estratégica no Colégio de Guerra Naval, em junho de 1999, não pude acreditar no que ouvi quando perguntaram ao vice-almirante no comando na Marinha norte-americana se ela estava com um estoque baixo de mísseis de cruzeiro em seu arsenal. A resposta dele foi que não estava tão preocupado com o suprimento dos mísseis cruzeiro, mas estava mais preocupado com o baixo estoque de munições navio a navio! Como a frota norte-americana poderá enfrentar uma esquadra inimiga se estiver com um baixo suprimento de munições navio a navio? Essa falta de munições, mais o advento dessas inovações tecnológicas, podem significar que a Marinha russa seja a mais poderosa neste momento histórico.

Se a esquadra russa for deslocada para esses três oceanos, o mundo poderá enfrentar um longo período de problemas e tensão. Quando a planejada Terceira Guerra Mundial for deflagrada, a Rússia poderá estar em condições de destruir a Marinha americana. Tal fato poderá contribuir grandemente para o pânico planejado que ocorrerá naquele momento.

Conclusões

Relacionamos quatro áreas diferentes em que a Rússia superou subitamente a tecnologia norte-americana, algo que nunca ocorreu antes. Um de nossos assinantes contribuintes é um engenheiro independente que trabalha para uma empresa que presta serviços para a Marinha. Eu lhe perguntei sua opinião sobre essa súbita mudança de eventos. Esta foi sua resposta:

"Concordo com você que a Rússia nunca nos superou tecnologicamente e as notícias que estão dez anos na nossa frente na tecnologia dos mísseis me deixa chocado e indignado. Mesmo assim, o controle eletrônico dos mísseis depende da tecnologia dos microcircuitos e, pelo que sei, a Rússia não tem essa capacidade de fabricação. Entretanto, vendo como permitimos que o mundo adquirisse essa tecnologia por meio da instalação de fábricas em diversos países, para obtenção de incentivos fiscais, "acordos" governamentais, etc., isso na verdade não representa um problema logístico para a Rússia. Os sanguinários chineses poderiam supri-los com tudo o que necessitam."

Durante a última década, a tecnologia progrediu ao ponto em que os microcircuitos eletrônicos mais sofisticados estão prontamente disponíveis no mercado mundial aberto. Como grande parte da tecnologia dos microcircuitos é fabricada sob especificações norte-americanas na China e em outros países do Extremo Oriente, a Rússia não teria dificuldades em obter os microcircuitos necessários para avançar suas tecnologias bélicas rapidamente.

No entanto, tenho outra questão sobre essa triste constatação que os russos já superaram a Pesquisa e Desenvolvimento americana, especialmente considerando-se que essa superação ocorreu durante a Administração Clinton, claramente a administração mais comunista/Iluminista na história dos EUA. Por que a Pesquisa e Desenvolvimento americana não acompanhou os russos nessas áreas?

O desenvolvimento do míssil cruzeiro é o exemplo mais gritante. Os EUA foram os primeiros a desenvolver esse míssil, que é eficiente porque pode ficar escondido no solo, e é de difícil detecção. Ele era lento, mas voava a uma altitude muito baixa. Durante a Guerra do Golfo, descobrimos que ele era realmente muito eficiente.

No entanto, qualquer cego pode ver que a próxima etapa lógica seria o desenvolvimento de um míssil mais rápido. Os russos desenvolveram o míssil cruzeiro supersônico, e em dez anos, os EUA planejam ter o míssil hidrosônico. Mas, por agora, a Rússia já mobilizou o míssil cruzeiro supersônico, que a Marinha admite ser a maior ameaça de todos os tempos aos seus navios! Se os russos dispararem um desses mísseis equipado com uma ogiva nuclear com uma carga equivalente a 120.000 toneladas de TNT, terão uma arma de completa aniquilação.

O que aconteceu com a Pesquisa e Desenvolvimento durante os anos Clinton? Recebeu poucas verbas? Clinton redirecionou os esforços? Ou, foi inibida pela liderança civil ao ponto em que tornou-se relativamente ineficaz durante esses últimos oito anos? Não sei a resposta, mas não acho que seja acidente esse atraso ter ocorrido durante a Administração Clinton. Afinal, em outros artigos, já demonstramos que Clinton foi o mais poderoso feiticeiro Iluminista a ocupar a Casa Branca [veja nossa série de artigos sobre a Liderança Fatal de Clinton, no site da The Cutting Edge] e informamos o testemunho de J. R. Nyquist, colunista da WorldNetDaily, que Clinton é comunista no artigo N1315.

Se Clinton realmente quisesse "nivelar o campo" para todos os países do mundo, o ato mais importante que poderia tomar seria retardar ou redirecionar os esforços de Pesquisa e Desenvolvimento para fins militares. Agora compreendemos exatamente as palavras da ex-Secretária de Estado Madeleine Albright, quando disse que os EUA não queriam ser a única superpotência no mundo. Temo que Clinton tenha retardado propositadamente a Pesquisa e Desenvolvimento e permitido que a Rússia superasse os EUA em áreas críticas, abrindo assim a porta para os russos acreditarem que possam atacar. Conforme informamos em N1216, "Clinton Changes American Nuclear Response Strategy", acredita-se que comandos especiais russos já tenham 100 bombas nucleares do tamanho de uma maleta perto de seus alvos finais. Essas bombas nucleares serão levadas aos locais exatos pouco antes de o ataque ocorrer, tornando-se o primeiro golpe do ataque russo.

Se os russos têm essas bombas nucleares já plantadas em locais estratégicos e nos superaram nessas áreas críticas, não poderão ser tentados a atacar? Acredito que se sentirão tentados a atacar.

Além disso, a Rússia está destinada a entrar no Oriente Médio, em aparente cumprimento a Ezequiel 38-39. Ela tem agora o Exército, a Força Aérea e a Marinha que lhe permitirá deslocar-se poderosa e rapidamente para o Oriente Médio, liderando um consórcio de forças contra Israel. Acreditamos que seja provável que a Rússia esteja armazenando materiais e tropas sob a cobertura de sua guerra contra os 'rebeldes' na Chechênia. Depois que as forças árabes forem totalmente derrotadas por Israel novamente, a Rússia se deslocará para destruir Israel com suas próprias 'onipotentes' forças armadas.

No entanto, os analistas das profecias bíblicas concordam, a Rússia precisará eliminar os EUA antes de atacar Israel. Vemos em Daniel 7:7-8 que a Confederação de dez nações ficará unida durante o tempo suficiente para permitir o aparecimento do Anticristo, mas depois, rapidamente se esfacelará, e três das dez nações originais serão totalmente arrancadas pelas raízes e destruídas. Os EUA serão uma das três supernações que serão destruídas?

Se forem, então a Rússia poderá se deslocar impunemente para atacar Israel. No artigo Uma Incrível Similaridade entre o Rei Herodes I e o Líder Palestino Yasser Arafat, informamos um pronunciamento de Gershon Salomon, fundador dos Fiéis do Monte do Templo, em Jerusalém. Ele disse que acredita que a Rússia (Gogue e Magogue) atacará Israel em breve, em cumprimento a Ezequiel 38 e 39. Além disso, disse que muitos judeus crêem nessa profecia. Portanto, parece que o Espírito de Deus está soprando sobre os corações e mentes de muitos judeus atualmente, levando-os a crer nas profecias bíblicas.

Verdadeiramente, o fim dos tempos está vindo rapidamente sobre nós.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 3/5/2001
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1459.asp